Se você curte viajar e costuma conversar com familiares e amigos sobre o assunto, já deve ter percebido que é cada vez maior o número de pessoas querendo entender como vender milhas aéreas.

As milhas já caíram nas graças do brasileiro. Todos os anos, milhares de pessoas utilizam seus pontos acumulados para realizar sonhos viajando pelo mundo inteiro.

Mas e quando, por algum motivo, você não pode ou não quer viajar? A única saída é deixar essas milhas vencerem?

Nada disso! Se você acumulou milhas aéreas e não pretende gastá-las, pode ganhar dinheiro com isso.

 

Mas como? Em quais sites? É seguro?

Bom, é justamente sobre isso que vamos falar no artigo de hoje. Continue a leitura para descobrir tudo sobre venda de milhas aéreas!

 

Os 3 maiores segredos na hora de vender milhas aéreas!

Na hora de vender milhas aéreas na internet, precisamos garantir 3 coisas:

  • Que o processo seja seguro e sem fraudes
  • Que a venda aconteça sempre pelo melhor preço para o cliente
  • Que o dinheiro da venda seja depositado o mais rápido possível

Para que você alcance tudo isso, siga as nossas regrinhas abaixo!

 

1 – De olho na cotação diária

 

Uma pergunta muito comum na hora de vender milhas é: quanto as minhas milhas valem?

Assim como o dólar, por exemplo, as milhas aéreas possuem uma espécie de cotação diária que regem o mercado. Se você vai vender as suas milhas, precisa estar de olho para que a empresa respeite aquele valor médio estipulado.

Apesar de sites grandes como o Central Milhas fazerem isso de forma espontânea, muitos outros acabam por não seguir a cotação. Tome cuidado para não acabar recebendo menos do que as suas milhas de fato valem.

 

2 – Prefira sites com ampla experiência nesse mercado

 

De nada adianta conseguir o melhor preço se você não tiver a certeza de que todo o processo está sendo transparente e seguro, não é?

Exigir transparência nem sempre é a tarefa mais fácil do mundo. Como todas as empresas se dizem transparentes e de confiança, todo cuidado é pouco na hora de fazer essa análise.

O que nós recomendamos é que você escolha empresas já consolidadas no mercado e faça uma breve pesquisa sobre elas no Reclame Aqui, por exemplo.

A própria Central Milhas, que citamos mais cedo, já comprou mais de 100 milhões de milhas no mercado. Certamente muitos clientes deixaram seus depoimentos espalhados pela internet.

 

3 – Opte pelo pagamento antecipado

Apesar de muitos sites pagarem os usuários somente 20 ou 30 dias depois, existem boas empresas que fazem esse pagamento antecipado, evitando qualquer tipo de confusão ou calote no futuro.

A antecipação do pagamento fica ainda melhor quando estamos precisando do dinheiro, não é?! Então exija que isso seja feito dessa forma!

 

Compensa vender milhas aéreas?

Agora que você já entendeu quais são os 3 segredos para fazer boas negociações de milhas aéreas, vamos a uma questão muito comum: compensa vender minhas milhas?

 

A resposta mais honesta possível é: depende!

Isso mesmo. Talvez isso não fosse o que você queria ouvir, mas, para saber se compensa ou não vender milhas aéreas, é preciso ponderar alguns fatores bastante particulares para cada pessoa.

 

Qual é a validade de suas milhas?

Muita gente ainda não está ciente disso, mas as milhas aéreas possuem uma validade!

Ou seja: elas precisam ser utilizadas em um determinado período de tempo. Se isso não acontecer, você perde os pontos e precisará começar de novo.

Dessa forma, vamos supor que você tenha uma quantidade razoável de milhas aéreas para bancar as passagens, mas pouco dinheiro para dar conta dos outros custos da viagem.

Nesse caso, como você não pretende viajar, é claro que vale a pena vender suas milhas para fazer um dinheiro extra.

 

Quanto você irá receber por elas?

Também é sempre importante estudar o quanto de dinheiro está sendo oferecido por suas milhas.

Se for pouco, você tem 3 opções: continuar com a venda, presentear alguém que esteja com planos de viajar ou consumir outros produtos e serviços que façam parte do seu programa de fidelidade.

Como dissemos, essa questão é bem pessoal e vai do momento de vida de cada um!

 

Gostou? Então deixe um comentário abaixo sobre a sua experiência com milhas aéreas… Será um prazer continuar batendo um papo sobre o assunto com você!