O mercado do turismo pode ser imprevisível. Quem sai por aí com dinheiro no bolso e muita ansiedade para ir em todos os passeios e trazer um monte de lembranças para casa não deve ter como um dos objetivos viajar economizando. Porém, nem todos nós possuímos uma conta bancária muito extensa e se quisermos fazer nossas viagens acontecerem todos os anos, precisa ser de forma estratégica, agindo movidos pela razão, ainda que não seja o tempo todo. Claro que férias foram feitas para relaxar, mas isso não significa retornar devendo até os cabelos! Hoje, a Central Milhas preparou este artigo para mostrar 5 fatores que fazem você gastar mais em suas viagens.

 

Viajar de última hora

 

Chegou do trabalho estressado e decidiu que precisa de férias hoje mesmo? Certamente a sua passagem aérea não será das mais baratas! Por mais que você precise de um tempo fora de casa, tente programar a sua viagem, especialmente caso o destino de sua preferência não seja assim tão perto. Geralmente, quatro meses de antecedência são ideais para que você efetue sua compra. Comprar passagem de última hora representa um gasto desnecessário que você poderia utilizar de uma forma muito melhor.

 

Fechar passeios logo no primeiro dia

 

Chegou e tá tudo tão maravilhoso que você não consegue se segurar para aproveitar ao máximo? Calma lá! Em cidades turísticas os preços de um mesmo produto ou serviço podem ser extremamente variáveis e quando você tira uns dois dias para pesquisar consegue encontrar uma diferença gritante no valor de passeios, ingressos e guia turísticos. Nunca feche sempre com a primeira pessoa que você encontrar. Fechar passeios e serviços logo de cara é um dos principais fatores que faz você gastar mais em suas viagens.

 

Comprar lembranças caras

Vai trazer presente mas não sabe nem para quem vai dar? Escolha algo simbólico! Invariavelmente os valores são superfaturados, especialmente de artesanato. É claro que você deve influenciar a cultura local, mas isso não significa deixar uma pequena fortuna só para trazer uma bagagem cheia de lembranças que sequer tem um destino certo.

 

Não se informar

 

Essa vale especialmente para o serviço de bar em praias do Brasil inteiro. Cada setor possui uma empresa ou um profissional autônomo que servem drinques e outros serviços na praia, cada um com um valor e condições diferentes. Informe-se! Não custa nada perguntar o valor do serviço. Caso contrário, você terá uma desagradável surpresa na hora de pagar a conta.

 

Táxi do aeroporto ou rodoviária

 

O serviço de táxi é um grande problema, especialmente em capitais turísticas como o Rio de Janeiro. A tabela de valores de táxi saindo da rodoviária ou aeroporto são muito maiores do que dos táxis que trafegam dentro da cidade. Por outro lado, você não pode pedir que outro taxista vá até o aeroporto lhe apanhar, pois isso pode gerar conflito com aqueles que trabalham exclusivamente lá. O ideal, nesse caso, para economizar metade do valor da viagem, é sair do aeroporto e pegar um táxi fora dele. Cem metros de distância são mais do que suficientes para que você contrate outro motorista que lhe cobre um valor justo.

 

Todas as dicas acima são cruciais para que você note uma grande diferença de gastos. Há diversos outros fatores que podem fazer você gastar mais em suas viagens. Na dúvida, informe-se, pesquise e não contrate ou compre nada por impulso. O seu bolso agradece!