É comum que as pessoas tenham dúvidas com relação ao que é ou não permitido levar na bagagem. Mesmo os passageiros mais frequentes às vezes são pegos de surpresa por proibições de algum objeto que desejam transportar e não tinham conhecimento de todas as regras. É preciso ter cuidado e se informar antes de preparar a bagagem para evitar a frustração de ter um objeto de valor confiscado pelos agentes. O que é importante ter em mente é que as regras podem variar de companhia para companhia e os agentes de segurança têm autoridade para reter quaisquer itens na bagagem dos clientes que julguem inconvenientes para o transporte dentro do avião.

Na bagagem registrada há muito menos proibições, então se você se encontra na dúvida e não há tempo de se informar, coloque o objeto na bagagem que será despachada. É bastante comum que os aeroportos retenham objetos de cozinha que são pontiagudos, uma vez que raramente os passageiros associariam qualquer item em sua bagagem de mão a um risco potencial. Objetos como estes, assim como agulhas, bisturis, facas, tesouras, ferramentas e lâminas podem ser transportados na bagagem despachada, mas se forem pegos na bagagem de mão, ficarão retidos no aeroporto.

Cosméticos também podem ser levados na bagagem de mão, desde que sejam em embalagens de 100ml. As bebidas alcoólicas podem ser levadas na bagagem registrada e também na bagagem de mão, mas há algumas condições: cada passageiro pode levar até 5 litros de bebida alcoólica na bagagem de mão e dividir essa quantidade em recipientes de no máximo um litro. É preciso também que estes recipientes estejam lacrados, não sendo permitido o embarque com bebidas cuja garrafa já foi aberta. Menores de 18 anos não podem embarcar com bebidas alcoólicas em nenhuma hipótese. Essa regra é válida para bebidas com teor alcoólico entre 24 e 70%.

Objetos terminantemente proibidos de serem levados em um avião

Lembrando que cada companhia aérea determina as regras de bagagem, separamos alguns itens cuja proibição é comum à maioria delas. Geralmente, são objetos com potencial explosivo ou altamente inflamáveis: iniciadores de fogo, botijões de gás, fogos de artifício, fusíveis, pólvora negra, combustível líquido e outros tipos de líquido e/ou produto inflamável.

Em outubro de 2016, três grandes companhias brasileiras – GOL, Latam e Azul – proibiram o transporte do smartphone Samsung Galaxy Note 7 em qualquer tipo de bagagem. De acordo com as companhias, o aparelho teria um problema de superaquecimento na bateria que gera alto risco de explosão. A proibição começou quando um passageiro dentro de um avião nos Estados Unidos portava o smartphone no bolso e o aparelho começou a pegar fogo, sendo necessário evacuar a aeronave. Depois do incidente, tornou-se crime federal no país embarcar portando o Galaxy Note 7. E você, já organizou a bagagem? Não se esqueça de se informar junto à sua companhia sobre as regras com relação a objetos proibidos. Evitar a frustração na hora do embarque é sempre válido!