A venda de milhas aéreas é um processo bem simples e cada vez mais popular em nosso país.

Graças à segurança proporcionada por empresas sérias como a Central Milhas, os brasileiros encontram bastante eficiência e rapidez na hora de vender suas milhas aéreas pela internet.

Mas como funciona? Quais são os passos? Por qual preço vou conseguir vender?

Calma! Sabendo que tantos de nossos clientes querem mais informações sobre a venda de milhas aéreas, nossa equipe resolveu escrever este super artigo esclarecendo todas as suas dúvidas!

Como funciona a venda de milhas aéreas?

 

Antes de mostrar como vender milhas aéreas de forma rápida e transparente pela internet, achamos por bem explicar por que esse é um processo que funciona de maneira muito eficiente.

Os programas de milhas aéreas, caso você não saiba, nasceram da necessidade das companhias de fidelizarem os clientes.

É como se fosse um trato: “você volta a voar mais vezes comigo e, em troca, lá na frente eu vou liberando algumas passagens grátis para as suas viagens”.

Tudo certo até aqui, não é? O problema é que, apesar de o sistema funcionar bem para quem viaja muito, grande parte dos passageiros acumula milhas insuficientes para viajar — ou então até consegue uma passagem, mas não tem dinheiro para bancar o restante da viagem.

Foi assim que nasceu o mercado de compra e venda de milhas. Se uma pessoa tem milhas acumuladas e por algum motivo não vai viajar, ela tem a opção de acessar o site da Central Milhas e revender essas milhas por um ótimo preço!

As milhas compradas pela nossa empresa servem para emitir passagens aéreas para outras pessoas que não querem pagar o alto preço cobrado pelas companhias aéreas.

Simples, certo? Agora que você entendeu isso, finalmente podemos falar sobre o passo a passo para quem quer vender milhas aéreas com segurança.

 

Como vender milhas aéreas com segurança – Passo a passo

Confira um passo a passo de como funciona a venda de milhas aéreas:

  • Acesse o site oficial da Central Milhas
  • Clique na aba “Vender Milhas” do menu superior
  • Preencha seus dados pessoais e selecione quantas milhas pretende vender
  • Clique em “Vender Milhas” para solicitar a cotação (o valor chegará no e-mail cadastrado)
  • Se concordar com o valor oferecido pela empresa, você passa seus dados bancários, para que possa ser realizado um depósito
  • Só ao final você passa os seus dados de acesso, finalizando todo o processo

 

Veja mais algumas perguntas frequentes que recebemos sobre venda de milhas aéreas:

Vender milhas é seguro?

 

Será que vender milhas é mesmo seguro?

Nós, que já compramos mais de 100 milhões de milhas aéreas, podemos afirmar que sim e deixar você totalmente descansado em relação a isso.

Além de ser seguro, o processo de compra e venda de milhas é totalmente legal.

Como o processo envolve troca de dados sigilosos, a única ressalva que fazemos é para que os clientes realizem essa transação com empresas sérias como a Central Milhas.

Veja algumas vantagens que você encontra ao vender milhas em nosso site:

  • Pagamento antecipado
  • Dados pessoais e bancários mantidos em sigilo
  • Processo 100% transparente

 

Vender milhas compensa?

Se a venda de milhas está chamando a sua atenção no momento, é porque provavelmente compensa para você. Se pararmos para pensar, esse é um processo pensado para que todas as partes envolvidas saiam no lucro.

Veja um exemplo:

João viajou bastante no ano passado e acumulou uma boa quantidade de milhas aéreas.

Apesar de já poder trocá-las por uma passagem, ele está atravessando um momento financeiramente instável, então preferiu vender as milhas na Central Milhas para complementar seu orçamento.

Já Cláudia, uma estudante que quer muito visitar a Argentina em suas férias, resolveu pesquisar por passagens na internet. Achou a Central Milhas que, graças às milhas de João, conseguiu vender passagens mais baratas a ela.

João complementou a renda e Cláudia viajou por um preço menor. Todos saíram contentes!

Vendo por essa ótica, não tem como dizer que a compra e venda de milhas aéreas não compensa, certo?

Caso tenha mais alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário abaixo. Até o próximo texto!