Acumular, transferir, vender, comprar e trocar milhas – múltiplas possibilidades que podem fazer a sua viagem sair muito mais barato, dependendo da situação na qual você se encontra no momento. Embora muitos programas de fidelidade possam ser inúteis para muitos passageiros que não viajam frequentemente, empresas sem relação com as companhias aéreas têm feito a fidelização valer a pena oferecendo soluções que os programas de fidelidade oficiais não oferecem. Saiba hoje como você pode vender milhas acumuladas.

 

Compensa?

 

Definir se um tipo de negociação compensa ou não pode ser algo muito relativo. Afinal, depende do momento no qual cada pessoa está vivendo. Há quem tenha algumas milhas acumuladas e simplesmente não pode arcar com o restante da viagem, perdendo-as para o prazo de validade, que dura, em média, dois anos. Há quem não tenha o suficiente para viajar e há quem não acumule milhas, mas tenha condições de arcar com passagens a preços justos para toda a família.

 

Os programas de fidelidade foram criados para manter os clientes viajando em uma só companhia. Em troca dessa fidelidade, são concedidas milhas aéreas que podem ser acumuladas quando se viaja. Quanto mais se viaja, mais milhas pode-se acumular para comprar o próximo bilhete. Em alguns casos, esses bilhetes podem ser emitidos sem que o cliente tenha que colocar a mão no bolso, só utilizando as milhas. Embora essa última situação seja o objetivo da maioria dos clientes que se fidelizam, não é assim tão fácil de ocorrer. Ora, é preciso considerar a necessidade de se investir continuamente em viagens para compensar o valor das milhas, o que é válido para quem circula bastante de avião. Como forma alternativa de acumular, as companhias também permitem que os clientes façam partes de clubes que, em troca de uma mensalidade, concedem milhas mensalmente, como é o caso do Clube Smiles, da GOL. Além disso, sob condições determinadas, as companhias também permitem a transação de milhas (venda, compra, troca, transferência, presente, etc.).

 

Vender milhas é legal?

 

Sim, trata-se de uma transação legal e extremamente válida para as pessoas que possuem milhas acumuladas e desejam uma renda extra antes que expirem e também para quem deseja viajar pagando menos. Pensando nisso, empresas especializadas nessa transação têm ganhado espaço no mercado, já que oferecem uma solução que os programas de fidelidade das companhias não alcançam, permitindo que se possa vender milhas sem burocracia e ainda viabilizando a viagem de outras pessoas.

 

Para efetuar a venda, basta acessar o site da Central Milhas e solicitar uma cotação através do preenchimento dos dados, que é o valor que a empresa oferece pelas milhas que você possui. Depois disso, basta checar o e-mail inserido no cadastro. A cotação chega na mesma hora. Ao concordar com o valor o oferecido, o cliente passa os dados bancários para depósito para só então fornecer seus dados de acesso para concluir o processo e vender suas milhas. É prático, rápido, seguro e cem por centro legal.

 

As milhas compradas pela empresa são utilizadas para a emissão de passagens aéreas para indivíduos que não desejam pagar o alto valor cobrado pelas companhias. A Central Milhas trabalha com trechos nacionais e internacionais das melhores companhias aéreas. Para conferir, basta acessar a aba “passagens aéreas” e inserir o trecho desejado.